CPI do Apagão da Câmara aprova prorrogação dos trabalhos

A proposta ainda precisa ser aprovada pelo plenário da Câmara dos Deputados para ter validade

Luciana Nunes Leal, do Estadão,

15 de agosto de 2007 | 14h35

A CPI do Apagão Aéreo na Câmara aprovou o requerimento de prorrogação do funcionamento da comissão por mais 30 dias. Os deputados decidiram que até 15 de setembro serão tomados depoimentos e, do dia 16 ao dia 30, será elaborado o relatório final. A proposta ainda precisa ser aprovada pelo plenário da Câmara.   A CPI também marcou para amanhã, às 15 horas, o depoimento da diretora da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Denise Abreu. Ela pode, porém, se recusar a comparecer sob o argumento de que dispõe de 48 horas para atender a convocação.   Mas o relator da comissão, deputado Marco Maia (PT-RS) disse que por telefone, no início desta semana, a diretora da Anac se colocou à disposição da comissão. Na quinta-feira, também, Denise Abreu participará de audiência na CPI do Apagão Aéreo no Senado, às 11 horas.   Com isso, se a sessão se estender por muito tempo no Senado, a sessão da CPI da Câmara poderá ser adiada. Os governistas, que votaram a favor da convocação de Denise Abreu, deixaram em seguida a sala de reunião da CPI, impedindo a votação de outros requerimentos, como o que trata da quebra de sigilo telefônico, bancário e fiscal da diretoria da Anac. A votação foi adiada para a próxima semana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.