CPI dos fiscais encerrará investigações dia 5

Por seis votos a três os deputados titulares da ComissãoParlamentar de Inquérito (CPI) da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro, que investiga um esquema de corrupção na Secretaria Estadual de Fazenda, decidiram encerrar as investigações no próximo dia 5. Os deputados Carlos Minc (PT), Luiz Paulo Corrêa da Rocha (PSDB) e Paulo Ramos (PDT) propuseram que fosse enviado um relatório parcial ao Ministério Público, e os trabalhos fossem prorrogados por mais 30 dias.No entanto, seis deputados rejeitaram a proposta. ?A decisão foi política. Não houve o mesmo empenho para o andar de cima que houve para o andar intermediário?, disse o deputado Carlos Minc, referindo-se às dificuldades da CPI para investigar autoridades de governos passados. O deputado federal Antônio Carlos Biscaia (PT-RJ) que integra a comissão de acompanhamento externo da CPI estadual, disse que um grupo de parlamentares vai tentar a abertura de uma CPI federal. Segundo Biscaia, já há 200 assinaturas para a investigação na Câmara dos Deputados. A CPI da Assembléia chega ao fim, sem que os ex-governadores Anthony Garotinho (PSB) e Benedita da Silva (PT) tenham prestado depoimento. Veja o índice de notícias sobre a corrupção no Rio

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.