CPI quer receber dados das caixas-pretas do Airbus da TAM

A CPI da Crise Aérea da Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira um pedido para que o comando da Aeronáutica encaminhe à comissão as informações das duas caixas-pretas do Airbus A320 da TAM que explodiu no dia 17, em Congonhas, matando cerca de 200 pessoas. Outros requerimentos aprovados nesta manhã pedem que a CPI receba as gravações de conversas dos controladores de vôo no dia do acidente e solicita ao Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), de São Paulo, as informações que já foram coletadas sobre a pista principal de Congonhas. A comissão aprovou ainda a criação de uma subcomissão que vai produzir um projeto de lei que unifique a legislação sobre a aviação civil no país Os parlamentares também acertaram a realização de uma audiência pública com os parentes da vítimas do acidente. Ainda nesta quinta-feira, a CPI ouvirá o depoimento do chefe do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), brigadeiro Jorge Kersul Filho. Ele declarou nesta semana ser contrário à entrega dos dados das caixas-pretas à comissão. Segundo o brigadeiro, isso poderia comprometer as investigações do acidente.

REUTERS

26 Julho 2007 | 11h38

Mais conteúdo sobre:
BRASIL ACIDENTE CPI CAIXA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.