CPTM já apreendeu mais de 1,1 milhão de mercadorias em 2006

Os agentes de segurança da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) que atuam no combate ao comércio ilegal no interior de trens e estações apreenderam 1.118.541 mercadorias em 30.221 ações realizadas entre janeiro e agosto deste ano. Nas linhas A (Luz/Francisco Morato) e D (Luz/Rio Grande da Serra), foram registradas 14.390 ocorrências, com a retenção de 497.458 itens diversos, incluindo balas, chocolates, chicletes e bebidas. Entre as linhas B (Júlio Prestes/Itapevi) e C (Osasco/Jurubatuba), os agentes recolheram 319.037 produtos em 7.204 intervenções. Já nas linhas E (Luz/Estudantes) e F (Brás/Calmon Viana), foram feitas no período 8.627 ações, com 302.046 mercadorias apreendidas.A CPTM realiza as ações através do Grupo de Apoio Móvel (GAM), que percorre os trens e as estações diversas vezes por dia, em toda o sistema da companhia. Vestidos à paisana, os profissionais se portam como usuários, agindo apenas diante de anormalidades ou no flagrante de venda ilegal. Os produtos recolhidos são contabilizados, descritos em formulário próprio e encaminhados a entidades assistenciais. No ano passado, foram apreendidas nas dependências da CPTM 1.553.691 mercadorias irregulares em 43.569 ações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.