CPTM libera parcialmente a circulação de trens em SP

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) liberou parcialmente, hoje, a passagem pela Linha F (Brás-Calmon Viana), interrompida pelo descarrilamento de um trem de carga da empresa MRS Logística na última terça-feira. As composições de passageiros que fazem o trajeto de 38 quilômetros, entre o Brás e Calmon Viana, trafegam com velocidade restrita a 10 km/hora e se alternam para percorrer a via 2, no trecho onde tombaram seis vagões que transportavam 3.252 toneladas de areia, entre Tatuapé e Engº Goulart. Já a via 1 continua interrompida.A própria CPTM está cuidando da desobstrução da passagem. Diariamente, mais de 55 mil pessoas utilizam-se dessa linha. Após a conclusão da sindicância aberta para apurar as causas do acidente, a MRS poderá ser acionada para pagar os prejuízos.No total, serão trocados 500 metros de trilhos o equivalente a 28.500 toneladas, 800 dormentes e cerca de 500 metros de fios de contato de rede aérea, além de outros equipamentos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.