CPTM vai lançar edital para estacionamento

Objetivo é promover integração ?carro-trem?; Estação Ceasa será a primeira contemplada

Renato Machado, O Estadao de S.Paulo

22 de abril de 2009 | 00h00

Seguindo o exemplo do Metrô, a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) também vai construir estacionamentos perto das estações e integrar o serviço à rede. O primeiro será na região da Marginal do Pinheiros, junto da Estação Ceasa, da Linha 9-Esmeralda, que vai de Osasco ao Grajaú. O edital da licitação será lançado nesta semana e a previsão é que o serviço comece a funcionar no segundo semestre.O estacionamento da CPTM para a integração "carro-trem" será quase seis vezes maior que o instalado em dezembro do ano passado pelo Metrô na Estação Santos-Imigrantes. (Linha 2-Verde). O empreendimento será construído em área de 20 mil metros quadrados, com capacidade para 770 carros. A empresa vencedora da concorrência executará obra e operação.A CPTM vai adotar o sistema "e-fácil estacionamento", o mesmo do Metrô. Por meio de um cartão recarregável, o usuário pagará para estacionar o veículo e poderá utilizar trem, metrô e ônibus municipal. O usuário terá direito a duas passagens de transporte público - ao passar o cartão no validador das catracas, a quantia não é descontada. A permanência dos veículos pode ser de até 12 horas, sendo que cada hora excedida terá um acréscimo de R$ 1. O estacionamento vai funcionar das 4h30 à 1h30."Tem muitas pessoas que não utilizam o nosso sistema, porque moram longe das estações, então preferem seguir todo o caminho de carro", diz o presidente da CPTM, Sérgio Avelleda. "Com o estacionamento, nós vamos oferecer opção vantajosa em termos financeiros e com conforto", diz. A companhia está realizando estudos para implantar o mesmo modelo de estacionamento em outras estações e linhas.A CPTM ainda não definiu o valor da tarifa do estacionamento, mas adianta que será uma quantia que "incentive a integração trem-carro". Na Estação Santos-Imigrantes, os usuários pagam R$ 8,45 por 12 horas. O estacionamento do Metrô atraiu usuários e atualmente registra lotação todos os dias. No primeiro dia de funcionamento, em 22 de dezembro, somente 20 usuários pararam no local para fazer integração. O movimento cresceu e a capacidade de 117 vagas passou a ser excedida. O estacionamento registra uma média de 260 veículos nos dias úteis e, por isso, muitos usuários precisam deixar as chaves com os manobristas. Entre dezembro e o fim de março, o local recebeu aproximadamente 13,5 mil veículos. O Metrô pretende abrir outro estacionamento, ao lado do existente, para aumentar a capacidade. Além disso, deve ser inaugurado ainda neste mês um estacionamento na região da Estação Corinthians-Itaquera (Linha 3-Vermelha) e outros sete estão em fase de projeto, com licitações previstas para 2010. NÚMEROS770 vagassão projetadas para estacionamento da CPTM ao lado da Estação Ceasa, da Linha 9-Esmeralda7 áreaspara instalação de estacionamentos na CPTM estão com projeto de licitação previsto para 2010260 veículosestacionam por dia, em média, em área ao lado de estação do Metrô

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.