Cratera no Rodoanel causa interdição no acesso à Raposo

Os motoristas que utilizam o Rodoanel Mario Covas encontram congestionamento acima do normal na manhã desta quarta-feira. Segundo o Desenvolvimento Rodoviário SA (Dersa), um buraco que se formou na tarde de terça-feira, na altura do acesso à Rodovia Raposo Tavares e um caminhão que tombou durante a tarde de terça-feira, ainda complicam o trânsito no local. A lentidão chegava a 11 quilômetros, no sentido Bandeirantes, entre a Raposo Tavares e a Castello Branco, no sentido interior. Por volta das 17 horas de terça-feira, a pista cedeu abrindo um buraco de 3 metros de diâmetro por 1,5 metro de profundidade. Técnicos que vistoriaram o local apontaram como causa o entupimento de um bueiro, que fez acumular a água das chuvas ali, removendo a terra que sustentava a pista e ocasionando a mais recente cratera. "Pequeno. O buraco é relativamente pequeno", frisou o secretário dos Transportes Mauro Arce, presente ao local."Foi um solapamento da pista causado pelo entupimento de um bueiro que vai impedir que os carros passem pelo trecho", avaliou. Ainda segundo o secretário, durante a madrugada seria construída uma pista auxiliar no canteiro de obras da alça de acesso do Rodoanel, na expectativa de que, durante a manhã desta quarta-feira, o trecho estivesse liberado. "Mas é prudente que as pessoas evitem este ponto. Estaremos operando com uma pista provisória, com menos conforto, quem tem a intenção de usar Rodoanel no sentido sul, sentido Raposo, deve pensar bem porque vai ter andar 4 km a mais para ir e para voltar, num trânsito congestionado."Arce disse ainda que a obra definitiva para o buraco deve estar pronta em três dias. Passam pelo trecho interditado cerca de 40 mil veículos por dia, fato que pode ser agravado nesta terça-feira com a véspera do feriado de quinta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.