Cremerj divulga foto de médicos em site para coibir atuação de falsos profissionais

Somente neste ano, dois estudantes de medicina foram presos por exercício irregular do profissão; 21 mil médicos já disponibilizaram suas fotos no sistema

Priscila Trindade, estadão.com.br

10 de setembro de 2010 | 16h10

SÃO PAULO - O Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro (Cremerj) disponibiliza em seu site, a partir desta sexta-feira, 10, a foto de médicos registrados, com o objetivo de coibir a atuação de falsos médicos que exercem a profissão ilegalmente.

 

Em agosto deste ano, uma criança de 5 anos morreu após ter sido atendida por um estudante de medicina sem acompanhamento profissional no Hospital Rio Mar, na Barra da Tijuca. Ele está preso. No último dia 5, outro estudante de medicina foi detido por exercício irregular da profissão e falsidade ideológica. Ele se fazia passar por ginecologista em uma clínica em Belford Roxo, na Baixada Fluminense.

 

O conselho afirmou que esta medida de segurança é a ampliação de uma ferramenta já existente no site. Agora, além do nome e do número do CRM, o paciente terá acesso a foto e a especialidade do profissional. A pesquisa é feita na seção "Encontre um médico", que aparece no topo da página do conselho.

 

Segundo o Cremerj, dos 55 mil médicos registrados em todo o estado, 21 mil já disponibilizaram suas fotos no sistema. Os médicos que ainda não aderiram ao novo processo podem levar a fotografia - colorida, em fundo branco - à sede, às subsedes ou às seccionais do Cremerj.

Tudo o que sabemos sobre:
Cremerjmedicinafalsos médicosRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.