Gleison Miranda/Funai
Gleison Miranda/Funai

Cresce ameaça de conflito entre índios isolados na Amazônia

ONG divulga novas fotos depois de aumento da migração para o Brasil de indígenas do Peru expulsos por madeireiras

Roldão Arruda, O Estado de S.Paulo

01 de fevereiro de 2011 | 00h00

É cada vez maior o risco de conflitos entre grupos de índios isolados do Brasil e do Peru, segundo indigenistas que atuam na fronteira dos dois países, no Acre. Foi essa preocupação que os levou à divulgação de novas fotos de índios brasileiros que vivem sem contato com a civilização.

A divulgação foi feita pela Survival International, ONG com sede em Londres, e faz parte do lançamento de uma campanha mundial para a proteção do território dos isolados. "Quando falaram da campanha, ofereci algumas fotos feitas em abril do ano passado, quando sobrevoei a região, de helicóptero, acompanhando uma equipe da BBC de Londres", disse ao Estado o sertanista José Carlos Meirelles.

Ele chefiou até a semana passada a Frente de Proteção Etnoambiental do Alto Envira, mantida pela Funai, na região fronteiriça. Segundo suas explicações, os índios peruanos, expulsos por madeireiras das áreas onde vivem, estão avançando pelo território brasileiro, com o risco de entrar em conflitos com grupos locais, seus inimigos históricos.

De Londres, Fiona Watson, da Survival International, disse por telefone que o objetivo da campanha é chamar a atenção das autoridades peruanas. "Apesar de todos os alertas já feitos, o governo do Peru não tem feito nada para deter as madeireiras e proteger os índios", disse.

A reportagem da BBC com as imagens dos isolados deverá ser apresentada pela emissora na quinta-feira. Essa foi a segunda vez que a Funai divulgou imagens dos isolados. A primeira ocorreu em 2008.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.