Crescimento de Heloísa Helena deve preocupar Alckmin, diz Tarso

O ministro das Relações Institucionais, Tarso Genro, disse nesta quarta-feira que o crescimento nas pesquisas eleitorais de intenções de voto para a Presidência da República da candidata do PSOL, Heloísa Helena, deve preocupar o candidato tucano Geraldo Alckmin. "O presidente Lula certamente estará no segundo turno e não é improvável que o adversário dele seja Heloísa Helena", afirmou. "Seria muito bom para o País, pois são duas candidaturas com propostas bem nítidas", completou.Em entrevista no Palácio do Planalto, Tarso avaliou que Heloísa Helena cresceu no eleitorado de Alckmin. O ministro disse que a candidata tem como proposta acabar com o Bolsa-Família, governar sem o Congresso e recentemente se posicionou contra os projetos de educação do governo, como o Fundeb e o ProUni."Não estou fazendo acusação. Aliás, Heloísa Helena enriquece o processo eleitoral", disse. E voltou a atacar: "ela cresceu entre os indecisos, pois está fazendo uma campanha ofensiva do ponto de vista político, colocando que só ela presta; ninguém mais presta".Perguntado se o governo foi surpreendido pelo crescimento da candidata do PSOL nas pesquisas e se desconhecia a candidata, Tarso Genro respondeu: "Nós sempre soubemos quem ela é. Fomos, inclusive, ofendidos por ela, que ofendeu o presidente Lula sem fundamentação".Bastante sarcástico, Tarso disse ainda que a direita está sendo "generosa" no tratamento à candidata do PSOL.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.