Google Street View
Google Street View

Criança de 5 anos morre após ser baleada na cabeça em Ceilândia, no DF

Policiais suspeitam que se trata de uma briga de gangues e que a intenção dos criminosos era matar o irmão da vítima

Jéssica Otoboni, O Estado de S.Paulo

22 Maio 2018 | 11h12

SÃO PAULO - Uma criança de 5 anos morreu após foi baleada na cabeça na noite de segunda-feira, 21, em Ceilândia, no Distrito Federal.

+ Escola onde bebê foi atingido por bala, no Rio, tem ato pela paz

+ Bebê de seis meses baleado em escola na zona sul do Rio recebe alta

Segundo informações da Polícia Militar, um carro parou próximo a um grupo de agentes que patrulhavam a área QNN 31. No veículo, estavam a criança e o irmão dela, de 19 anos.

+ Bala deflagrada é achada em frente a colégio onde bebê foi baleado

+ Rio: 15 crianças foram vítimas de bala perdida

O crime teria ocorrido na área QNO 18, conjunto 36, por volta das 19h. A menina levou dois tiros na cabeça. O jovem foi baleado na perna. Os policiais chegaram a prestar socorro e encaminharam as vítimas para o Hospital Regional de Ceilândia (HRC), mas a criança não resistiu.

A suspeita é de que se trata de uma briga de gangues e que a intenção dos criminosos era matar o irmão da vítima.

A Polícia Militar disse que um suspeito foi preso ainda durante a noite. Mas a Secretaria de Segurança Pública e da Paz Social do Distrito Federal (SSP/DF) informou que não houve prisões. O caso foi registrado na 24.ª DP, onde está sendo investigado.

A Secretaria ressaltou que homicídios com vítimas de até 17 anos de idade não são comuns no Distrito Federal. Das 159 mortes contabilizadas nos quatro primeiros meses deste ano, 17 eram menores (11%). Em 2017, esse número correspondia a 9% do total das 504 vítimass.

Mais conteúdo sobre:
Distrito Federal [Brasil] homicídio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.