Criança de um ano morre afogada em balde d´água em SP

Evelin Gonçalves da Silva, de um ano e quatro meses, morreu na noite de domingo depois de se afogar em um balde com água e amaciante deixado no quintal de sua casa, no Jardim São Paulo, em Prudente. O corpo da garota foi enterrado na tarde desta segunda-feira no cemitério São João Baptista, em Presidente Prudente, a 565 quilômetros de São Paulo.O pai de Evelin, Elton Gonçalves, a encontrou a filha, por volta das 18 horas de domingo, caída com a cabeça dentro do balde e com as pernas para cima. A criança chegou a ser socorrida ao Hospital Universitário mas não respondeu aos estímulos e morreu de parada cardio-respiratória.A mãe da criança, Joelma da Silva, entrou em estado de choque. Dias antes, ela havia dado um brinquedo da criança e guardou o mesmo brinquedo no balde. A morte é a segunda da mesma maneira nos últimos no interior de São Paulo. No dia 21 de novembro, uma criança de um ano e dois meses caiu no balde com água, foi levada para o hospital e morreu algumas horas depois.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.