Google Street View
Google Street View

Criança e adolescente morrem em GO após carro entrar em canavial em chamas

Dos 6 ocupantes do veículo, só o motorista saiu ileso; suspeita é de que ele tenha perdido a visibilidade por causa da fumaça

Marília Assunção, Especial para o Estado

24 Julho 2017 | 09h29

GOIÂNIA - Uma queimada em um canavial causou uma tragédia no interior de Goiás neste domingo, 23. O menino David Lucca Pereira Costa, de 3 anos, e a adolescente Ester Alves Vieira Costa, de 15, morreram queimados quando o carro em que viajavam entrou no canavial em chamas.

O acidente aconteceu na GO-210, entre os municípios de Santa Helena de Goiás e Turvelândia, na região sudoeste do Estado. No carro, ainda viajavam outras quatro pessoas. Dos seis ocupantes, apenas o motorista escapou ileso porque conseguiu sair correndo do veículo.

Outras três pessoas que também estavam no carro sofreram queimaduras em várias partes do corpo e foram encaminhadas para o Hospital de Urgências da Região Sudoeste (Hurso). David e Ester morreram no local.

A principal suspeita do Corpo de Bombeiros é que o motorista do carro tenha perdido a visibilidade sobre o curso da rodovia por causa da densa cortina de fumaça que se formou durante o incêndio e conduzido o  veículo para o meio das chamas. O carro pegou fogo em contato com o material inflamável da plantação. 

A região dispõe de grandes plantações de cana-de-açúcar. Para combater o incêndio de grandes proporções, os bombeiros utilizaram dez caminhões da corporação e de usinas de álcool da região que possuem equipes de brigadistas.

Nesta época do ano, as atenções redobram em Goiás em função da queda na umidade relativa do ar. O tempo seco favorece as queimadas.

Mais conteúdo sobre:
TurvelândiaGoiás [estado]

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.