Criança mata colega com tiro de espingarda

A estudante Larissa Cristina Souza, de 11 anos , foi sepultada hoje em Mogi Mirim. Ela morreu na noite de ontem devido ao disparo de uma espingarda calibre 28, efetuado por L.S.C. de 12 anos, que brincava com o irmão da vítima, A.S. de 9 anos. O tiro atingiu o olho esquerdo e perfurou o crânio. As crianças encontraram a arma atrás de uma porta. Conforme o boletim de ocorrência registrado na Delegacia da Mulher, as crianças estavam sozinhas na casa do avô, Moisés Marcílio Gianini, 59 anos, proprietário da arma, no bairro Santa Cruz. Ele está internado desde a semana passada com problemas no coração e a família havia saído para visitá-lo. A Promotoria da Vara da Infância e Juventude vai apurar as responsabilidades.

Agencia Estado,

31 de janeiro de 2001 | 13h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.