Criança morre afogada em balde com água no interior de SC

Mãe deixou balde com água na cozinha e saiu. Quando voltou encontrou menina de cabeça virada no balde

Elvis Pereira, estadao.com.br

16 de junho de 2008 | 14h14

A menina L.M.A, de 1 anos e 10 meses, morreu na tarde de domingo, 15, após se afogar em um balde no bairro São Francisco, em Criciúma, a 200 quilômetros de Florianópolis (SC). O recipiente era usado pela mãe da garota para limpar o chão e continha água e produtos de limpeza. A mãe deixou o objeto na cozinha da casa e saiu para estender roupas. Quando retornou, encontrou L. dentro do balde, com os pés virados para cima.  Acionado, o Corpo de Bombeiros ainda levou a criança para o Hospital Santa Catarina, mas ela chegou sem vida ao local. Segundo a corporação, necropsia realizada pelo Instituto Médico-Legal (IML) apontou afogamento como a causa da morte de L. O caso foi registrado no 2º Distrito Policial da cidade.

Tudo o que sabemos sobre:
FlorianópolisCricíumaafogamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.