Divulgação
Divulgação

Criança morre afogada em piscina de parque aquático em Foz do Iguaçu

Menina argentina de 8 anos morreu após ter o cabelo sugado pelo ralo de uma piscina

O Estado de S.Paulo

19 Novembro 2016 | 16h07

Uma menina argentina de oito anos morreu afogada após ter o cabelo sugado pelo ralo de uma piscina do parque aquático Acquamania, em Foz do Iguaçu, no Paraná. O caso ocorreu no fim da tarde desta sexta-feira, 18. O parque está localizado a 5 quilômetros da fronteira com a Argentina.

A criança foi socorrida com vida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levada ao Hospital Costa Cavalcanti, mas não resistiu e morreu na noite de sexta. Segundo a Prefeitura de Foz do Iguaçu, o corpo da garota foi liberado pelo Instituto Médico Legal (IML) neste sábado e será enterrado na Argentina. 

Ainda de acordo com a administração municipal, a criança estava acompanhada da família e teve o cabelo sugado por um tubo de sucção no fundo da piscina. 

A jovem foi socorrida por populares e por um salva-vidas. Foi levada pelo Samu ao hospital e entrou na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica, mas morreu no local.

A Prefeitura informou que será iniciada uma investigação a partir da próxima segunda-feira, 21. A administração municipal quer apurar se o parque cumpria uma lei que entrou em vigor em 2014 e exigia a instalação de dispositivos de segurança para desarmar a sucção de ralos nas piscinas. 

Os nomes dos familiares não foram informados. Procurado, o parque não se manifestou até 16 horas deste sábado. 

Mais conteúdo sobre:
ParanáArgentinaSamuImlUTI

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.