Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Criança morre após galpão com sem-teto desabar

Uma criança de dois anos morreu e cinco pessoas - dois adultos e três crianças - ficaram feridas devido ao desabamento do teto e de uma parede lateral de um galpão que abrigava famílias ligadas ao Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), em Cabo de Santo Agostinho, na região metropolitina do Recife. O galpão integrava vários imóveis ocupados pelos sem-teto na área da antiga destilaria Getúlio Vargas, do extinto Instituto do açúcar e do Álcool (IAA) pertencente à União, desativada há mais de 30 anos.De acordo com a Defesa Civil municipal, o desabamento foi motivado por infiltrações provocadas pelas chuvas que atingem a região desde o domingo e também à estrutura avariada do imóvel. Em quatro galpões viviam 60 famílias de sem-teto, nove delas no que desabou. Por orientação da Defesa Civil e Corpo de Bombeiros, o coordenador estadual do MTST, reverendo Marcos Cosmo, decidiu transferir os que estavam nos outros três galpões para uma área aberta da propriedade onde outras famílias se instalaram desde a ocupação, realizada em agosto do ano passado. Na área se encontram um total de cerca de 250 famílias sem-teto.O secretário municipal de Habitação e Urbanismo, Fabiano Rocha Diniz, afirmou que há negociações com o governo federal para que a prefeitura assuma a área, mas disse que a burocracia impede maior rapidez.

Agencia Estado,

28 de julho de 2004 | 20h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.