Crianças e adolescentes são retirados de 'cracolândia' no Rio

Jovens foram encaminhados à delegacia especializada; ação faz parte do 'Choque de Ordem' da prefeitura

Agência Brasil,

08 de abril de 2009 | 14h27

Cerca de 60 crianças e adolescentes foram retirados nesta quarta-feira, 8, do local conhecido como Cracolândia, na Favela do Jacarezinho, zona norte do Rio, em mais uma operação Choque de Ordem promovida pela prefeitura da cidade. Eles foram encaminhados para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente.

 

Policiais civis e militares, guardas municipais e agentes da Secretaria Municipal de Ordem Pública participaram da ação, que também demoliu casas irregulares. Há cerca de dois meses, as polícias Civil e Militar investigavam casos de consumo de drogas e furtos na região.

 

De acordo com o delegado Fábio Cardoso, coordenador da operação, a maioria das casas demolidas estava construída embaixo da Linha 2 do metrô, entre as estações de Triagem e Maria da Graça. "Essas construções eram utilizadas como refúgio por menores que praticavam furtos e roubos na região. Tivemos a informação que no local algumas menores se prostituíam para conseguir dinheiro e pagar pela droga que consumiam."

 

Duas famílias, que moravam nas casas derrubadas e que, segundo Cardoso, não estavam envolvidas com o crime, foram levadas para um abrigo da prefeitura. Outros moradores foram para a casa de parentes. Por causa da operação, o trânsito ficou complicado durante toda a manhã nas avenidas Dom Hélder Câmara e Democráticos, na altura do Bairro Maria da Graça.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.