Crianças passam mal após comer balas

Ao menos 13 crianças foram levadas ao Pronto-Socorro de Santo Antônio de Posse (a 150 quilômetros da capital) anteontem, após ingerir balas dadas por uma colega em uma escola municipal. A polícia aguarda laudos do Instituto de Criminalística de Campinas e da Unicamp para saber se havia droga nas balas ou se estavam impróprias para consumo. A aluna ganhou os doces de um vizinho, que os pegou na casa de um parente, ainda não ouvido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.