Criminalidade diminui com soldados nas favelas do Rio

Desde que soldados do Exército ocuparam várias favelas do Rio de Janeiro atrás de armamentos roubados na última sexta-feira do quartel localizado em São Cristóvão, o índice de criminalidade caiu nos bairros que ficam perto dos morros cercados pelos militares. Segundo dados das polícias Civil e Militar, na zona norte e no subúrbio da cidade caiu pela metade o número de roubos e furtos de carros. No subúrbio o número de assaltos a ônibus teve redução de 40%.Na quarta-feira, os militares montaram bloqueios nas principais estradas de acesso e saída da cidade em busca dos 10 fuzis e da pistola roubados na semana passada. Carros, caminhões e ônibus foram revistados, mas até agora nada foi encontrado. Nas favelas uma metralhadora foi apreendida, mas ninguém foi preso. A chamada operação "Cerco Total" foi organizada depois de o Exército ser informado sobre a suposta saída dessas armas para fora da cidade e que elas seriam trazidas de volta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.