Criminoso mata PM durante assalto a salão de beleza em SP

Um assalto a um salão de beleza na noite de quinta-feira na região de São Miguel Paulista, na zona leste da capital paulista, terminou com a morte de uma policial militar, mas quatro pessoas acabaram presas horas depois do crime.Vágner Pereira Cândido, de 24 anos, foi detido no final da noite em Guarulhos, na Grande São Paulo. Ele procurou socorro no Hospital Geral da cidade após ser baleado pela soldado Rosimeire Aparecido Vidigal, do 29º Batalhão, que havia morrido por volta das 19 horas ao trocar tiros com o assaltante em um salão de cabeleireiro na Rua Sabiá Laranjeira, no Parque Paulistano.Armado com um revólver calibre 38, Vágner e um adolescente, de 14 anos, invadiram o estabelecimento e anunciaram o assalto. A soldado estava no local, à paisana, lavando os cabelos, e, ao ser identificada, reagiu, sacando sua pistola e atirando contra o criminoso. Baleado no braço, Vágner disparou contra a policial, atingindo o tórax de Rosimeire, que morreu no hospital Tide Setubal. A cabeleireira também foi ferida, em uma das mãos, sendo medicada e depois liberada.A dupla fugiu, mas a Central de Operações da Polícia Militar alertou hospitais da região e municípios vizinhos para a possibilidade de o assaltante procurar socorro, o que ocorreu às 23h30 no Hospital Geral de Guarulhos, cuja direção acionou a PM. Vágner confessou o crime e entregou o cúmplice, que foi detido em casa. O menor, por sua vez, levou os PMs até outra residência, em uma travessa próxima, onde mora um adolescente, de 17 anos, responsável por esconder a arma do crime.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.