Divulgação/BM
Divulgação/BM

Criminosos fazem cordão humano com reféns durante assalto a banco

Bandidos conseguiram roubar os caixas, mas a polícia não revelou a quantia levada

Luciano Nagel, especial para O Estado

02 Março 2018 | 16h27

Ao menos cinco homens fortemente armados invadiram uma agência do Banco do Brasil localizada em Três Palmeiras, município da região norte do Rio Grande do Sul, e fizeram uma espécie de cordão humano com pessoas feitas reféns. O assalto aconteceu por volta das 10 horas da manhã desta sexta-feira, 2.

De acordo com a Brigada Militar, os criminosos conseguiram roubar os caixas, mas a polícia não revelou a quantia levada. Na fuga, os bandidos renderam pessoas que circulavam em frente ao banco e fizeram o cordão humano. Os homens foram obrigados a tirar a camisa. Os criminosos fugiram disparando para o alto.

Antes de fugir, a quadrilha ainda ateou fogo em um veículo Santana, de cor verde. Conforme a polícia, o automóvel havia sido roubado na terça-feira, 27, no centro da cidade de Passo Fundo.

Informações preliminares da Brigada Militar apontam que os bandidos fugiram em direção ao município de Entre Rios, em dois veículos, um Gol e uma caminhonete S10 de cor branca. Policiais militares da região de Passo Fundo estão mobilizados nas buscas. Até o momento, ninguém foi preso. Nenhum dos reféns ficou ferido.

+++ LEIA TAMBÉM: Carta denunciou criminosos mortos em confronto com a PM

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.