Criminosos mantêm família refém em São Paulo

O drama de uma família na zona leste da capital paulista varou a madrugada desta quarta-feira. Dois assaltantes mantêm, desde zero hora, quatro pessoas reféns dentro de uma casa, na altura do nº 122 da Rua Jerônimo de Barros, em Cidade Líder, na zona leste. Segundo a polícia, tudo começou quando uma adolescente, de prenome Luiza, de 16 anos, foi dominada por três criminosos, dois deles em uma moto, quando chegava em casa.Os criminosos entraram na residência, que foi cercada rapidamente por policiais do 19º Batalhão, acionados por vizinhos que testemunharam a ação dos criminosos. Um dos bandidos conseguiu fugir, a pé, antes da chegada dos policiais, que pediram reforço assim que perceberam as vítimas sob a mira de uma arma.Estão sendo mantidos reféns, além de Luiza, o irmão dela, Fernando, de 22 anos, a mãe, Ione Nunes, e o pai, um português, de prenome José. Os assaltantes exigiam a presença da imprensa televisiva para liberar as vítimas, mas, até às 2h30 desta madrugada, mesmo com repórteres em frente à casa, o impasse permanecia. Agentes do Grupo de Operações Especiais (GOE), da Polícia Civil, também negociam com a dupla.A mãe de um dos bandidos foi localizada pela polícia e tentou convencer o filho a se entregar. Às 4 horas, um dos criminosos, teria concordado em se render, mas o outro estava irredutível e teria exigido que o caso fosse colocado ao vivo na tevê para assim ele se render aos policiais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.