Wilton Júnior/Estadão
Wilton Júnior/Estadão

Criminosos roubam 36 kg de explosivos de pedreira na Grande Vitória

Polícia Civil está em alerta para possíveis casos de ataques a caixas eletrônicos; agente da corporação diz que trabalho está dificultado pela ausência de PMs

Marcio Dolzan, Enviado especial de O Estado de S. Paulo

07 Fevereiro 2017 | 10h52

VITÓRIA - Trinta e seis quilos de explosivos foram roubados de uma pedreira na Grande Vitória na madrugada desta terça-feira, 7, o que acendeu o alerta da Polícia Civil para possíveis casos de roubos a caixas eletrônicos na região. O material estava depositado em um galpão isolado em meio à pedreira. A perícia esteve no local na manhã desta terça-feira.

Segundo um dos agentes, que pediu para não ser identificado, o número de ocorrências atendidas pela perícia nos últimos dias aumentou de forma exponencial, e o trabalho vem sendo dificultado pela ausência de policiais militares em serviço.

"A gente recebe chamados de possíveis homicídios, e nós mesmos temos que ir verificar se de fato ocorreu", afirmou.

Os agentes também acabam fazendo serviços de policiamento ostensivo. "Ontem (segunda), estávamos a caminho de uma perícia e prendemos seis pessoas no caminho, que estavam portando armas."

O movimento nas ruas de Vitória aumentou em relação à segunda-feira, mas ainda está longe de ser típico de um dia normal. Parte do comércio está fechado, e as aulas estão suspensas. Os ônibus urbanos não circulam.

Agentes da Força Nacional de Segurança começaram a chegar à capital capixaba no fim da madrugada. Soldados do Exército já patrulhavam a região na noite de segunda-feira. Na manhã desta terça-feira, contudo, a reportagem do Estado não encontrou nenhum soldado ou agente patrulhando as ruas centrais de Vitória.

Mais conteúdo sobre:
VITÓRIAPolícia Civil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.