Criminosos tinham armas de guerra, diz especialista

Os 12 assaltantes mortos em confronto com a Polícia Militar, terça-feira, em Sorocaba, estavam usando armas de guerra, segundo o tenente Sandro Andrei, instrutor de tiro da Polícia Militar e presidente do Clube de Tiro da região de Sorocaba. Uma delas, o fuzil AK 47, é a mesma que o terrorista Osama bin Laden, autor dos atentados contra os Estados Unidos em setembro do ano passado, usava quando aparecia em gravações feitas para a televisão. "O fuzil apreendido estava com o carregador de 50 balas adaptado, como o do Bin Laden", explicou.A polícia da Malásia usa a mesma arma, mas com carregador de 30 balas. Essa arma foi usada na invasão russa do Afeganistão. Segundo ele, as 13 armas apreendidas com os bandidos eram de calibre restrito e foram obtidas de forma ilegal. "Eles as obtiveram através do Paraguai e da Colômbia, ou roubando de algum colecionador, o que é menos provável", disse. Com o bando, a polícia apreendeu quatro fuzis, duas espingardas calibre 12, uma submetralhadora, cinco pistolas e um revólver. "Mesmo essa arma, apresentada como calibre 38, era na verdade uma calibre 357, mais potente, embora sem precisão para tiro de longa distância", disse. O fuzil AR-15 perfura chapas de aço de até 4 centímetros de espessura. "Eles usam para parar veículos e furar o colete à prova de balas da polícia." O AR-15 Baby é o mesmo que o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) utiliza. O 762 é privativo do Exército. "Num bom tiro, alcança dois quilômetros." As duas espingardas são armas de caça, mas tinham como munição balotes equivalentes, cada um, a nove tiros de calibre 32 disparados ao mesmo tempo. "Nossa polícia usa essas espingardas com calibre 30, próprias para caças pequenas, como a paca, mas eles usavam o calibre 50, para derrubar caça grande, ou homens." O impacto derruba uma porta e pode abrir rombos em paredes. "Fiz o curso da Swat americana no Brasil e eles usavam essas armas para invasões", contou. Outro detalhe é que os bandidos tinham suspensórios baleiros, de cruzar no peito, próprios para recarga rápida. O AK 47 é um fuzil metralhadora, com grande poder de fogo. As pistolas de 9 milímetros, no Brasil, são privativas do Exército. Eles tinham três delas. As calibre .40 são as mesmas usadas pela PM. "São armas de precisão e longo alcance, que também furam blindagem." Para adquirir uma dessas pistolas, o policial precisa ter três anos de participação em campeonatos de tiro e pagar, na fábrica, entre R$ 1,5 mil e R$ 1,6 mil. A munição apreendida - mais de 300 balas e cerca de 100 cartuchos - era compatível com o armamento, segundo ele. Os bandidos estavam melhor armados que a polícia, reconhece o tenente: "O que pesou a nosso favor foi o fator numérico." Dos quase 100 policiais mobilizados na operação, 40 ou 50 abriram fogo contra os assaltantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.