Cristina Mortágua é transferida para Polinter

Ex-modelo e ex-mulher do jogador Edmundo pode ser condenada a cinco anos de prisão por desacato, resistência e injúria, após agredir uma delegada de polícia no Rio

Solange Spigliatti, Central de Notícias

08 de fevereiro de 2011 | 14h31

SÃO PAULO - A ex-modelo Cristina Mortágua, presa em flagrante nesta segunda-feira, 7, após agredir uma delegada, foi transferida na manhã desta terça-feira, 8, para a carceragem da Polinter, em Magé, no Rio. Segundo a Polícia Civil, ela poderá ser solta após o pagamento de uma fiança, no valor de R$ 3 mil.

 

De acordo com a Polícia, o Ministério Público do Rio deverá instaurar um inquérito sobre a agressão. A ex-modelo pode ser condenada a cinco anos de prisão por desacato, resistência e injúria.

 

A ex-modelo, que teve um filho com o jogador Edmundo, foi presa em flagrante ontem, na Barra da Tijuca, após xingar policiais e dar uma 'joelhada' no abdômen da delegada do 16ª DP, Daniela Rebello.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.