Cristo Redentor está na disputa das 7 maravilhas do mundo

A 85 dias da divulgação do resultado de uma campanha mundial para escolher as "Sete Novas Maravilhas", o governo brasileiro lançou nesta quinta-feira, 12, a peça publicitária "Vote no Cristo". A ministra do Turismo, Marta Suplicy, subiu o Morro do Corcovado de trem e pediu votos em inglês a turistas que visitavam a estátua do Cristo Redentor. Com sete anos de atraso: a votação começou em 2000 e o Brasil precisa de pelo menos 8 milhões de votos para ficar entre os sete escolhidos, segundo organizadores. A campanha foi criada por uma fundação suíça, em parceria com a Unesco. São 21 candidatos. "É um desafio gigantesco. Essa não é uma campanha do Rio de Janeiro, é uma campanha do Brasil. A competição é difícil. Em natureza e beleza nós já ganhamos, agora vai depender no nosso esforço. Será um salto gigantesco para o turismo o Cristo ser colocado entre as sete maravilhas do mundo", disse Marta. Ela chegou com uma hora e quinze minutos de atraso para a cerimônia e subiu de trem acompanhada da neta Maria Luiza, que comemorou: "Vou ver o Cristo com a vovó". Após posar para fotografias na frente da estátua, Marta ganhou uma cópia instantânea do secretário de Turismo do Rio, Eduardo Paes. Mas parece não ter gostado: "Esqueci o meu pó-de-arroz, a pele ficou muito brilhante", disse ela, antes de entregar a foto a uma assessora. A ministra discursou no alto do morro e pediu a turistas que votassem no Cristo, em inglês. Um grupo de argentinos ironizou o pedido. O governo brasileiro preparou quatro filmes publicitários, de 15 segundos cada, que serão veiculados na TV. O site New 7 Wonders mostrava um ranking dos votos até esta quinta. Os sete primeiros são: Chichen Itza, no México, Coliseu, na Itália, Grande Muralha, na China, Machu Picchu, no Peru, Petra, na Jordânia, Pirâmides de Gizé, no Egito, e Taj Mahal, na Índia. O Cristo Redentor aparece no grupo dos sete do meio, ao lado de Acrópoles, na Grécia, Alhambra, na Espanha, Torre Eiffel, na França, Kremlin, na Rússia, Estátuas da Ilha de Páscoa, no Chile, e Stonehenge, na Inglaterra - o número de votos não é divulgado, e os lugares aparecem em ordem alfabética. Os últimos sete colocados são: Angkor (Camboja), Basílica de Hagia Sophia (Turquia), Templo Kyomizu (Japão), Castelo de Neuschwanstein (Alemanha), Estátua da Liberdade (EUA), Sydney Opera House (Austrália) e Timbuktu (Bali). O resultado será divulgado no dia 7/7/2007, em Lisboa. A votação é gratuita, também por meio do site Corcovado. É possível ainda votar por meio de SMS, enviando a palavra Cristo como mensagem de texto para o número 49216, mas o custo é de R$ 0,31 mais impostos. Autor da campanha, o publicitário Luiz Vieira disse que o objetivo é "mostrar uma visão do Cristo como se ele estivesse abençoando a cidade e convidar cada um a fazer a sua parte." O custo, disse, foi de R$ 50 mil. "Ele abençoa a gente todos os dias sem pedir nada em troco. Mas nós estamos pedindo o seu voto para que o Cristo Redentor seja escolhido uma das sete maravilhas do mundo. Vote no Cristo", diz um locutor, em off, na campanha.

Agencia Estado,

12 Abril 2007 | 15h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.