Cristo Redentor será iluminado hoje contra violência no trânsito

Ação marca adesão do Brasil no Plano de Ação da Década de Segurança no Trânsito

Solange Spigliatti, Central de Notícias

11 de maio de 2011 | 16h42

SÃO PAULO - O Cristo Redentor, no Rio, e o prédio do Ministério da Saúde, em Brasília, serão iluminados com luzes amarelas, símbolo de atenção no trânsito, a partir das 18 horas desta quarta-feira, 11, como parte da adesão do país ao Plano de Ação da Década de Segurança no Trânsito 2011-2020, lançado hoje pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

A meta do Pacto Nacional Pela Redução dos Acidentes de Trânsito, lançado pelos ministérios da Cidade e da Saúde, é estabilizar e reduzir o número de mortes e lesões em acidentes de transporte terrestre nos próximos dez anos.

Segundo dados do Ministério da Saúde, em 2010 foram realizadas 145.920 internações de vítimas de acidentes no trânsito financiadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS), com um custo de aproximadamente R$ 187 milhões. Os homens representaram 78,3% das vítimas (114.285), enquanto as mulheres representaram 21,7%.

O balanço do Ministério da Saúde aponta que a maioria das pessoas internadas tinha entre 15 e 59 anos - 84,9% dos homens e 70,8% das mulheres. A região Sudeste concentra quase metade dessas internações, com 44,9%.

Os dados do Ministério da Saúde também mostram que a cada 100 mil brasileiros, 76,5 foram internados em 2010 em decorrência de acidentes no trânsito. As maiores taxas são entre os motociclistas (36,4 por 100 mil) e pedestres (20,5 por 100 mil).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.