Cristovam vai legalizar candidatura junto ao TSE

O candidato presidencial do PDT, Cristovam Buarque, divulgou nota sobre o pedido feito pelo Ministério Público Federal (MPF) ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para que não aprove o requerimento de registro da sua candidatura. O texto informa que o advogado Guilherme Castelo Branco entregará nesta quarta-feira ao TSE as certidões criminais (Nada Consta) de Cristovam Buarque e do candidato do PDT a vice-presidente, Jefferson Peres (AM). A nota de Cristovam enfatiza que não houve impugnação de candidaturas, e sim pedido de impugnação. "Não houve qualquer fato novo que alterasse seu registro feito junto ao TSE", diz o texto. Acrescenta que o pedido do MPF "foi encaminhado à área técnica (do TSE) encarregada de apreciá-lo antes de encaminhá-lo ao ministro relator do processo" e que "sequer houve intimação por parte do TSE para que os candidatos se manifestem." Cristovam lembra que, nesses casos, a Lei Eleitoral dá aos candidatos um prazo de 72 horas para que apresentem os documentos exigidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.