Críticas de FHC são desespero de ex-presidente abandonado, diz Tarso

O ministro das Relações Institucionais, Tarso Genro, classificou como "desespero" as duras críticas feitas nesta terça-feira, 29, pelo ex-presidente tucano Fernando Henrique Cardoso ao presidente e candidato à reeleição pelo PT, Luiz Inácio Lula da Silva. "As chances de vitória de Lula (neste pleito) são muito grandes. E é o que leva ele (FHC) ao desespero de um ex-presidente abandonado", alfinetou.Ainda nas críticas, Tarso disse que "é um desrespeito interferir na campanha desta maneira para tentar incendiá-la, despolitizar o debate e desqualificar o processo democrático". Na avaliação do ministro, as críticas de FHC representam uma forma de agressão ao próprio candidato tucano à Presidência da República, Geraldo Alckmin. "O ex-presidente FHC está fazendo um esforço enorme para baixar o nível da campanha", acusou.Tarso disse também que as críticas de FHC não surtem mais efeito: "Isso porque o povo sabe fazer diferença e derrotou FHC antes e derrotará agora também com a reeleição de Lula". E completou: "um presidente que foi abandonado por seus aliados, uma figura pública que não é requisitada, porque não chama votos e que presidiu um governo fracassado".Fernando Henrique disse nesta terça que Lula "nos levou ao ponto mais baixo de nossa história".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.