Cunha manobra e Câmara aprova redução da maioridade penal; leia as principais notícias

Veja os acontecimentos que marcaram a semana

O Estado de S. Paulo

04 de julho de 2015 | 03h00

Vinte e quatro horas depois de ver rejeitada a redução da maioridade penal para crimes hediondos e graves, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), conseguiu aprovar, nesta quinta-feira, 2, uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) mais branda costurada por ele com seus aliados. O texto foi aprovado com 323 votos a favor, 155 contra e 2 abstenções.

Na noite anterior, outra proposta que tratava do mesmo tema foi rejeitada pelos parlamentares, o que indica que alguns deputados mudaram de opinião. O PSB foi a sigla com mais alteração de posicionamento, com quatro parlamentares, seguido de PDT e PMDB. Leia as principais notícias da semana. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.