Divulgação
Divulgação

Curitiba faz 319 anos e se prepara para projeto de revitalização

Plano de Renovação Urbana quer melhorar cidade para o turismo

Evandro Fadel - Agência Estado,

29 Março 2012 | 10h18

CURITIBA - Ao completar 319 anos nesta quinta-feira, Curitiba prepara-se para ser revitalizada. A proposta apresentada em conjunto pela prefeitura e pelo governo do Estado como parte das comemorações prevê investimentos de R$ 23,5 milhões para o Plano de Renovação Urbana, que privilegiará seis ruas, tanto em bairros quanto no centro da cidade, e que também tem como interesse deixar Curitiba mais agradável para os visitantes que vierem em função da Copa do Mundo. "Estas obras vão melhorar a fluidez, segurança no trânsito, favorecer a circulação de pedestres, beneficiar o comércio existente nesses locais e deixar a cidade mais bonita", afirmou o prefeito Luciano Ducci (PSB).

O objetivo é trocar o pavimento das ruas, colocar calçadas novas, melhorar a iluminação e levar novo paisagismo. "A mensagem é bastante clara: queremos mais segurança no trânsito, conforto para o pedestre e estímulo para que as pessoas usem mais as ruas a pé e que haja segurança à noite", reforçou Ducci. Receberão as melhorias as ruas São Francisco, Carlos de Carvalho, Augusto Stresser, Fagundes Varela, Padre Ladislau Kula e a Avenida Batel. "A cidade que vai emergir desse grande investimento é uma Curitiba moderna", continuou o prefeito.

Entre as obras, as que devem ficar mais visíveis são aquelas no Centro Histórico da cidade, que fazem parte do programa Novo Centro. Da mesma forma que já foi revitalizada a Rua Riachuelo, agora a São Francisco receberá alargamento das calçadas de 2 metros para 3,5 metros, privilegiando o comércio local. Também no centro, a Rua Carlos de Carvalho terá um visual mais limpo, com parte dos cabos transferidos para o subsolo e uma redução naqueles que continuarão aéreos. Calçadas mais largas estão previstas no local para permitir que comerciantes do ramo de gastronomia coloquem sobre elas mesas e cadeiras. A Avenida Batel, uma das mais frequentadas nas noites, ganhará piso iluminado na calçada.

Turismo. A cidade também passa a oferecer um novo passeio turístico a partir do aniversário de 319 anos. O Instituto Municipal de Turismo e a Fundação Cultural de Curitiba elaboraram o mapa Curta Curitiba a Pé, com três opções de passeios pela região central. O objetivo é levar o caminhante a descobrir curiosidades e aproveitar melhor o comércio e serviços. O mapa será distribuído nos dez Postos de Informação Turística e traz texto de Maí Nascimento Mendonça sobre parte da história da cidade fundada em 1693.

O Roteiro Principal destaca o passado, com indicação de 39 prédios e pontos históricos. Entre eles, a fachada da primeira farmácia, instalada em 1857 pelo imigrante alemão Augusto Stellfeld na Praça Tiradentes, e o prédio art-nouveau na Rua 15 de Novembro, que hoje abriga as Lojas Marisa. A proposta do Roteiro Alternativo é apresentar a diversidade cultural e étnica, destacando-se a Universidade Federal do Paraná, que neste ano comemora o centenário. Por fim, o Roteiro Gastronômico leva o caminhante a bares, restaurantes e confeitarias, alguns com mais de 50 anos de tradição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.