Curitiba: homem se entrega e liberta reféns

Depois de mais de doze horas de negociações, o segurança Pedro Graciano da Silva, que mantinha dois reféns no prédio do Juizado Especial Cível e Criminal de Pequenas Causas, em Curitiba, resolveu se entregar. O fim do seqüestro foi anunciado no início desta madrugada. A Polícia Militar pediu a presença da imprensa e o seqüestrador exigiu a presença de cinegrafistas e repórteres dentro do prédio da Justiça Especial, para que ele pudesse liberar os dois reféns Ione Oliveira Campos e Antônio Marcelo Andrade, funcionários do juizado. Pedro pediu a polícia um tratamento psiquiátrico.

Agencia Estado,

06 de abril de 2001 | 01h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.