Curitiba tem menor índice de roubos de veículos em 15 anos

O governo do Estado do Paraná divulgou nesta terça-feira que, em 2006, Curitiba registrou o menor índice diário de furtos e roubos de veículos em 15 anos. Segundo dados apresentados pelo secretário estadual de Segurança, Luiz Fernando Delazari, foram furtados ou roubados, em média, 18,4 automóveis por dia na capital. Em 1991, esse índice era de 22,7 veículos. No mesmo período, a frota cresceu de 467 mil veículos para quase 1 milhão. Em números absolutos a redução foi de 8.282 veículos roubados e furtados para 6.734, queda de 18,69%. O secretário listou operações realizadas no últimos anos como responsáveis pela queda nas ocorrências, como fiscalização de desmanches, com autuações e prisões dos proprietários, além de casas de comércio de peças. A redução das ocorrências começou em 2003, quando o índice de furtos e roubos era de 26,5 por dia, passando para 24,3 em 2004 e 23,6 em 2005. Sindicato O Sindicato das Seguradoras do Paraná e Mato Grosso do Sul também divulgou dados que atestam como a retração em ocorrências desse tipo beneficiam o consumidor. Pesquisa da entidade mostra que o seguro de automóvel na capital paranaense é menor que em outras capitais. Usando o mesmo perfil de usuários, o sindicato informou que um seguro de um modelo Volkswagen Golf custa, em média, R$ 1.599 em Curitiba, subindo para R$ 1.656 em Porto Alegre, R$ 2.407 em São Paulo e R$ 2.402 no Rio de Janeiro. Para o Renault Mégane, o custo do seguro é de R$ 927 no Paraná, de R$ 1.369 no Rio Grande do Sul, de R$ 2.017 em São Paulo e de R$ 2.966 no Rio.

Agencia Estado,

06 Fevereiro 2007 | 16h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.