Curto circuito pode ter causado explosão de bueiro no Rio, diz Crea

Porteiro de prédio em frente ao bueiro ficou ferido; área ficou isolada para perícia

Priscila Trindade, estadão.com.br

18 Julho 2011 | 09h18

SÃO PAULO - A explosão de um bueiro na Rua Camuirano, perto da Rua Voluntários da Pátria, em Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro, nesta segunda-feira, 18, pode ter sido causada por um curto circuito interno. A avaliação é do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Rio de Janeiro (Crea-RJ).

 

O bueiro explodiu nesta manhã e uma análise feita no local irá indicar se havia presença de gás na tubulação. De acordo com o Centro de Operações do Rio, uma faixa da Rua Voluntários ficou bloqueada ao tráfego das 8h30 até 9h55. A área ficou isolada para que os peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli examinassem o local.

 

Segundo o Corpo de Bombeiros, que enviou viaturas ao local, uma pessoa teve ferimentos em uma das mãos. A vítima é o porteiro de um prédio localizado no número 153 da rua, em frente ao bueiro. Ele foi encaminhado para o Hospital Miguel Couto, no Leblon, também na zona sul. A explosão também causou danos a uma moto que estava na rua. O dono dela não se feriu.

 

A Light enviou uma equipe para analisar as causas do acidente. Em nota, a empresa disse que houve o deslocamento da tampa de uma caixa subterrânea da companhia, além de outra pertencente a uma concessionária de telefonia.

 

A Light afirmou que prestará assistência ao porteiro do prédio que teve ferimentos na mão e que equipes da empresa também adotam as providências em relação aos danos materiais causados pela explosão.

 

O fornecimento de energia elétrica está interrompido para o prédio número 153 da Rua Camuirano, no qual será instalado um gerador.

 

Atualizada às 13h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.