Curto circuito pode ter causado explosão de bueiro no Rio, diz Crea

Porteiro de prédio em frente ao bueiro ficou ferido; área ficou isolada para perícia

Priscila Trindade, estadão.com.br

18 de julho de 2011 | 09h18

SÃO PAULO - A explosão de um bueiro na Rua Camuirano, perto da Rua Voluntários da Pátria, em Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro, nesta segunda-feira, 18, pode ter sido causada por um curto circuito interno. A avaliação é do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Rio de Janeiro (Crea-RJ).

 

O bueiro explodiu nesta manhã e uma análise feita no local irá indicar se havia presença de gás na tubulação. De acordo com o Centro de Operações do Rio, uma faixa da Rua Voluntários ficou bloqueada ao tráfego das 8h30 até 9h55. A área ficou isolada para que os peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli examinassem o local.

 

Segundo o Corpo de Bombeiros, que enviou viaturas ao local, uma pessoa teve ferimentos em uma das mãos. A vítima é o porteiro de um prédio localizado no número 153 da rua, em frente ao bueiro. Ele foi encaminhado para o Hospital Miguel Couto, no Leblon, também na zona sul. A explosão também causou danos a uma moto que estava na rua. O dono dela não se feriu.

 

A Light enviou uma equipe para analisar as causas do acidente. Em nota, a empresa disse que houve o deslocamento da tampa de uma caixa subterrânea da companhia, além de outra pertencente a uma concessionária de telefonia.

 

A Light afirmou que prestará assistência ao porteiro do prédio que teve ferimentos na mão e que equipes da empresa também adotam as providências em relação aos danos materiais causados pela explosão.

 

O fornecimento de energia elétrica está interrompido para o prédio número 153 da Rua Camuirano, no qual será instalado um gerador.

 

Atualizada às 13h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.