CUT faz protesto contra acordo do FGTS

Representados pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), cerca de 150 servidores públicos federais e trabalhadores de diversas categorias do setor privado promoveram esta tarde um protesto em frente ao prédio da Delegacia Regional do Trabalho (DRT), no centro da Capital. Além de marcar o início da campanha salarial, a manifestação foi pautada por palavras de ordem em defesa do pagamento integral e imediato do Fundo de Garantia por Tempo Garantia (FGTS) e da instalação da CPI da corrupção em Brasília para apurar "podridão que permeia o governo FHC", segundo o diretor da CUT-SP, Celso Lavorato.Em discurso aos manifestantes, o sindicalista criticou o acordo do FGTS fechado pelo governo na semana passada. "Isto que o FHC chama de acordo nada mais é do que fazer os trabalhadores engolirem goela abaixo uma conta que é do governo", protestou Lavorato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.