CUT quer reunir 100 mil no Anhangabaú

Um grande número de pessoas continua chegando ao Vale do Anhangabaú, no centro de São Paulo, para as comemorações do Dia do Trabalho. Segundo a Central Única dos Trabalhadores (CUT), organizadora do evento, cerca de 30 mil pessoas já estão no local. Para a Polícia Militar, são 12 mil pessoas. O presidente estadual da CUT, Antonio Carlos Spis, espera que entre 70 a 100 mil pessoas passem hoje pelo Anhangabaú.O vento terá shows do grupo Fundo de Quintal, da dupla Claudinho e Buchecha e do cantor Frank Aguiar. São esperadas também as presenças de líderes do PT, como o presidente de honra do partido, Luiz Inácio Lula da Silva, o presidente nacional da legenda, deputado federal José Dirceu e a prefeita de São Paulo, Marta Suplicy. Eles começam a chegar a partir das 16 horas e devem discursar logo em seguida. O major da PM Rogério Azzolin, que comanda o policiamento do evento, disse que até agora nenhum incidente foi registrado. A PM tem cerca de 300 homens no local.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.