D. Lila deixa o Fundo Social de Solidariedade

A ex-primeira-dama do Estado de São Paulo, Lila Covas, viúva do ex-governador Mário Covas, deixará a presidência do Fundo Social de Solidariedade, depois de sete anos à frente do órgão. A decisão foi tomada apesar do convite do governador Geraldo Alckmin (PSDB) para que ela continuasse na liderança dos trabalhos sociais do Estado. Lila deverá transmitir a presidência do fundo para a primeira-dama Maria Lúcia Alckmin na próxima quarta-feira. O cerimonial do Palácio dos Bandeirantes não soube informar se isso ocorrerá de informalmente ou numa cerimônia.Segundo assessores, Lila optou por continuar trabalhando como voluntária no Fundo Social para ter mais tempo com a família. Ao lado de Covas, durante a carreira política dele, Lila sempre atuou em trabalhos sociais. Lila se mudará com os netos para um novo apartamento da família no bairro do Morumbi, na quarta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.