DAC investiga queda de helicóptero em Copacabana

Peritos do Departamento de Aviação Civil (DAC) iniciaram hoje a investigação sobre a queda do helicóptero da Polícia Civil Águia 4 com quatro integrantes da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), quando sobrevoava o Morro dos Cabritos, em Copacabana (zona sul), na noite de domingo. Três tripulantes foram socorridos e levados para o Hospital Miguel Couto e não correm risco de vida. O piloto da aeronave Flávio Lins de Noronha não se feriu.Em nota divulgada à imprensa, o DAC informou as pessoas envolvidas no acidente começaram a ser ouvidas. O Governo do Estado do Rio de Janeiro, proprietário da aeronave, e o DAC estão decidindo ainda a melhor forma de retirar os destroços da aeronave. A previsão é de que hoje o helicóptero seja içado. A causa da queda ainda não foi esclarecida. No acidente, ficaram feridos os policiais Marcello Ventura, Sandro Justi e Mauro Gonçalves.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.