Dado Dolabella é indiciado por agressão a Luana Piovani

Pena varia de três meses a três anos; advogado afirma que ator segue sua rotina normal

Mônica Aquino, do estadao.com.br,

13 de novembro de 2008 | 17h32

O ator Dado Dolabella foi indiciado por lesão corporal à atriz Luana Piovani. O indiciamento foi confirmado nesta quinta-feira, 13, pela delegada Adriana Mendes, da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) do Rio de Janeiro. A pena pelo crime varia de três meses a três anos de prisão. O advogado do ator, Michel Assef Filho, afirmou que aguarda manifestação do Ministério Público para apresentar a defesa de Dado Dolabella. Até lá, a defesa afirmou que não vai se manifestar sobre o caso. O ator já foi informado sobre o indiciamento, segundo afirmou o advogado de defesa. Segundo ele, Dado segue sua rotina normal, está trabalhando e disse que quando for intimado irá comparecer à Justiça. O ator trabalha na novela Chamas da Vida, da Rede Record.  A atriz Luana Piovani estava em gravação durante toda esta quinta-feira. A assessoria da atriz não soube informar se ela já sabe do indiciamento, já que ela está trabalhando no Projac, da Rede Globo. O casal estava noivo e brigou em uma boate do Rio de Janeiro no dia 23 de outubro. Uma funcionária da atriz também foi agredida quando tentou apartar a briga e teve o braço quebrado. Em seu blog, a atriz declarou estar "aliviada" por ter rompido um relacionamento com uma pessoa que "não conhecia". Além disso, Luana lamentou o fato de sua camareira ter sido agredida pelo ator. Em seguida, ela reproduziu o Soneto da Separação, de Vinicius de Moraes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.