Data de reinício das aulas vira polêmica no RS

Terminada a greve dos professores, ratificada pelas assembléias desta sexta-feira, a data de reinício das aulas virou polêmica nas principais universidades gaúchas.Na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) permanecia até as 18h30min desta sexta discutindo o novo calendário do semestre.A proposta da reitora Wrana Panizi é fazer as matrículas na semana que vem, entre 11 e 14 de dezembro, e iniciar as aulas no dia 17.Os representantes dos estudantes, entretanto, querem que o semestre só comece no dia 18 de fevereiro e ameaçam pedir vistas do processo para adiar a decisão, o que na prática inviabilizaria a proposta da reitora.Na Universidade Federal de Pelotas (UFPel), a reunião do CEPE ainda não está marcada, mas a reitora Inguelore Scheunemann de Souza manifestou preferência pelo dia 7 de janeiro.A mesma situação é enfrentada pela Fundação Universidade de Rio Grande (FURG), no sul do Estado. A federal de Santa Maria (UFSM) é a única na qual as aulas já recomeçam na segunda-feira, pois foram interrompidas com o semestre em andamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.