Decretada indisponibilidade dos bens do laboratório Ganutre

O juiz da 43ª Vara Cível do Rio, Jaime Dias PinheiroFilho, decretou hoje, da Maternidade Santa Marta e da Neotin Neonatal, em Niterói (grande Rio), e dos diretores desses estabelecimentos. A liminar foi pedida pelos pais de um dos 15 bebês que morreram entre os dias 5 e 15 de maio, no Rio, após receberem Nutrição Parenteral Total (NPT) supostamente contaminada. O delegado José Luiz Duarte, da Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Saúde Pública, disse ter pedido hoje aexumação dos corpos, mas não deu detalhes de quantos corpos serão examinados, nem de quando e onde será feita. O casal Marcelle Wernech Pinheiro e Marcus Sales Teixeira entrou com uma ação cautelar por temer que os bens dossupostos responsáveis pela morte da filha Letícia, de quatro meses, sejam alienados pela Justiça. A menina morreu desepticemia (infecção generalizada) no dia 5 de maio, na UTI da Neotin, que funciona na Meternidade Santa Marta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.