Déda e PT são multados por propaganda antecipada

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) em Sergipe multou o candidato ao governo do Estado, Marcelo Déda e o Partido dos Trabalhadores (PT), por terem feito propaganda eleitoral antecipada no rádio e na TV. Déda renunciou à Prefeitura de Aracaju para disputar o governo. A representação foi apresentada pelo procurador federal, Ruy Nestor Bastos Mello e acatada pelos juízes do TRE, que entenderam ter havido promoção pessoal do candidato nas veiculações feitas em rádio e televisão, no dia 7 de julho. O partido tem até hoje para apresentar recurso.Na representação, o procurador alegou que a exposição da imagem de Marcelo Déda em inserções político-partidárias na programação do rádio e televisão do Estado de Sergipe visou única e exclusivamente à promoção pessoal do mesmo, desvirtuando, portanto, a finalidade do programa partidário.De acordo com o procurador, "as inserções, de 30 segundos cada (duas vezes), foram veiculadas no horário mais nobre da televisão brasileira e apresenta o requerido expondo mensagem de crítica ao governo do PFL no Estado de Sergipe e concitado os eleitores a uma mudança na administração estadual".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.