Defesa Civil alerta para fortes chuvas em 14 Estados e no DF

A Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec), do Ministério da Integração Nacional, emitiu nesta sexta-feira alerta para chuvas fortes às defesas civis de 14 estados do País e também para o Distrito Federal. Nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste a os alertas de chuvas foram enviados a todos os estados. A Sedec alerta ainda para chuvas nos estados do Tocantins, Acre, Rondônia e Amazonas.Segundo a Defesa Civil, na região Sul, há risco de temporal ainda nesta sexta, principalmente no centro, norte e leste do Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. No sábado, 27, a chuva deve permanecer no nordeste gaúcho, e do planalto ao litoral de Santa Catarina. Até domingo, 28, há risco de temporal no Paraná, principalmente no centro, norte e leste do estado.No Sudeste, de acordo com a Sedec, as áreas de instabilidade sobre a região devem provocar chuvas intensas no final de semana no Espírito Santo. Até segunda, a chuva deve atingir São Paulo, Rio de Janeiro, especialmente na região Serrana, e boa parte de Minas Gerais.No Centro-Oeste, entre hoje até domingo, fortes chuvas estão previstas no Mato Grosso do Sul. Até segunda, a chuva permanece no Distrito Federal, Mato Grosso e Goiás. No Norte, os alertas são para hoje no Acre e Tocantins. Até sábado, de acordo com a Defesa Civil, a chuva permanecerá em Rondônia e no Amazonas, especialmente no centro e sul do estado.A Sedec informa que as chuvas podem vir acompanhadas de descargas elétricas no Acre e em Tocantins. Além de descargas elétricas, a chuva pode vir acompanhada de rajadas de vento de até 50 km/hora em Rondônia e Amazonas; de até 60 km/hora em São Paulo, Mato Grosso, Distrito Federal, Goiás, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro e Minas Gerais; e de até 70 km/hora no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.A Sedec orienta que a população evite áreas de alagamento e locais com pouca ou nenhuma proteção contra raios e ventos fortes. Alerta-se, também, para o risco de deslizamento de encostas, morros e barreiras. Recomenda-se ainda atenção especial e redobrada nas áreas de encostas e morros dos estados da região Sudeste, pois, segundo a Sedec, devido as freqüentes chuvas o solo está bastante encharcado, o que aumenta o risco de deslizamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.