Defesa Civil desaconselha pesca e lazer no mar no Sul

Diante das previsões da formação de um ciclone extratropical entre quinta e sexta-feira no Sul doPaís, a Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec) fez um alerta desaconselhando a pesca e atividades de lazer no mar dos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e São Paulo. A recomendação se estende até o fim da semana. Pelos cálculos da meteorologia, o ciclone poderá provocar temporais e ventos de até 80 quilômetros por hora no continente.?O ciclone não terá as mesmas proporções que o Catarina. Mas tem potencial para provocar destelhamentos de casas e quedasde árvores?, afirmou o chefe da Previsão de Tempo do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Francisco Assis.As diferenças com o Catarina, ciclone que atingiu o Sul do País em março e o ciclone que está em formação agora são várias, afirma Assis.?O Catarina formou-se no mar, o que é raro. E deslocou-se de leste para oeste. Quando chegou ao continente, ganhou força. ?O ciclone que agora se forma faz o trajeto oposto. Aparece no continente e deve se dirigir para o mar.? Trata-se de um fenômeno comum naquela região do País durante o outono, afirma o meteorologia do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Roberto Pereira. Mesmo assim, a Sedec deve manter uma equipe de plantão, incluindo um meteorologista, para acompanhar a formação do ciclone. Os órgãos estaduais de defesa civil ficarão encarregados de avisar a população, caso a formação do ciclone se confirme.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.