Defesa Civil informa uma morte e 11 desaparecidos pelo ciclone

O Ministério da Integração Nacional recebeu hoje os primeiros levantamentos sobre os danos causados pelo ciclone que atingiu, na madrugada de domingo, a costa de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul. Segundo dados da Defesa Civil dos dois estados, o ciclone deixou uma vítima fatal, onze pessoas desaparecidas em naufrágios, um ferido grave e 74 pessoas com ferimentos leves. Foram destruídas 500 casas e 20 mil foram danificadas. Trinta estabelecimentos comerciais foram destruídos e 286 danificados.Em nota o ministério informa que no meio da tarde de sábado o governo federal e os Estados discutiram a possibilidade de desocupação das cidades litorâneas, tendo em vista a possibilidade de se tratar de um furacão. "Essa possibilidade foi afastada mais tarde diante da informação do serviço de meteorologia de que realmente se tratava de um ciclone."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.