Defesa comemora decisão

Um dos advogados do casal, Ricardo Martins, considerou uma vitória da defesa o fato de a polícia adiar o encerramento do inquérito. A ameaça dos advogados de entrar com uma representação na Corregedoria da Polícia Civil, questionando os métodos de investigação, teria sido "essencial" para os investigadores resolverem anexar os laudos periciais ao inquérito e chamarem mais duas testemunhas da defesa para depor. "Iremos questionar os métodos da polícia todas as vezes que repararmos em alguma irregularidade", disse Martins, que considera "inconcebível" o fato de o casal ter sido interrogado na sexta-feira com base em resultados de laudos que não foram apresentados para a defesa e não constavam do inquérito. Ontem à noite, Martins voltou ao 9.° DP, no Carandiru, zona norte de São Paulo, para pegar uma cópia dos laudos, mas se recusou a informar se a defesa ainda irá entrar com a representação na Corregedoria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.