Defesa de Vilma deve protocolar nomes de testemunhas

A advogada de Vilma Martins Costa, Rosângela Magalhães, deve protocolar nesta terça-feira, no Fórum de Goiânia, o nome das testemunhas de defesa da acusada sobre o caso Roberta Jamily.De acordo com a advogada, serão apresentadas oito testemunhas de defesa, entre parentes e pessoas conhecidas da acusada, inclusive as filhas de Vilma, Cristiane Michele e Roberta Jamily.A audiência para os depoimentos das testemunhas de defesa deve acontecer após a audiência das 16 testemunhas de acusação, ainda sem data marcada, mas que deve ser definida pelo juiz Marcelo Fleury Curado, da 9ª Vara Criminal de Goiânia, ainda nesta semana.O interrogatório de Vilma Martins sobre o caso Roberta Jamily foi realizado na última quinta-feira, no 1º Tribunal do Júri do Fórum de Goiânia. Ela negou ser a mentora do sumiço de Aparecida Fernanda Ribeiro da Maternidade de Maio, em Goiânia, em 1979.Vilma Martins também é acusada do seqüestro de Pedro Braule Pinto, o ?Pedrinho?, da Maternidade Santa Lúcia, em Brasília, em 1986. Ela está presa na Casa de Prisão Provisória em Aparecida de Goiânia, região metropolitana da capital, desde o dia 12 de maio, onde deve permanecer até o julgamento dos habeas-corpus solicitados. As informações são da Rádio CBN.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.