Defesa interdita 34 barracos com risco de ceder na Zona Sul

Agentes da Defesa Civil de São Paulo e da subprefeitura do Campo Limpo interditaram no sábado 34 barracos na favela Itapiúna, bairro Vila Andrade, Zona Sul de São Paulo. Vistorias apontaram o risco das casas localizadas à beira de um córrego cederem. Segundo a Coordenadoria da Defesa Civil Estadual, cerca de 180 pessoas ficaram desalojadas e foram para a casa de familiares. No sábado, as chuvas provocaram dois deslizamentos de terra na capital. A Defesa registrou o primeiro por volta das 15 horas, na Rua Cortegaca, no Capão Redondo, onde terras cederam e atingiram casas. Mais tarde, às 18 horas, houve o deslizamento de um barranco contra o muro de um condomínio, na Avenida Deputado Cantídio Sampaio, na Freguesia do Ó. Os moradores da favela Itapiúna reuniram-se na tarde deste domingo com representantes da Defesa Civil, da secretaria de Assistência Social e da subprefeitura do Campo Limpo. A pauta da reunião era a possibilidade de moradores de 15, das 34 casas interditadas, serem transferidos para o abrigo municipal do Jardim Mitsutani.

Agencia Estado,

11 Fevereiro 2007 | 15h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.