Defesa oferece reservistas para tornarem-se policiais no Rio

O Ministério da Defesa irá disponibilizar para o governo do Rio, no prazo de duas semanas, um banco de dados com informações sobre quatro mil reservistas, que poderão ser escolhidos pela Secretaria de Segurança Pública para auxiliar as polícias estaduais. Os reservistas seriam convidados e, se aceitassem, ganhariam o salário básico de um policial militar, cerca de R$ 700. Na semana que vem, estão previstas reuniões do Gabinete de Gestão Integrada, que reúne representantes dos governos federal e estadual, para tratar do assunto.Também serão discutidos outros pontos que constam da resolução conjunta assinada pela governadora Rosinha Matheus e o ministro da Coordenação Política, Aldo Rebelo, depois do encontro da última segunda-feira. Além da pré-seleção de dois mil reservistas considerados de ?primeira categoria? para ajudar no combate ao crime, estarão na pauta a instrução de policiais em formação pelas Forças Armadas e o apoio na área de inteligência. O Comando Militar do Leste (CML) ainda não recebeu qualquer ordem de Brasília.

Agencia Estado,

12 de maio de 2004 | 18h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.